Como escolher o melhor Tênis!

Como escolher o melhor Tênis!

Autor: Cris Medeiros Instrutor de Atividades Físicas do Sesc Bom Retiro SP, Especialista em Treinamento Desportivo, Personal e Corredor.

Hoje a corrida é um dos esportes mais praticados no Brasil. A facilidade para se praticar a atividade, o valor e os benefícios oferecidos, faz surgir cada vez mais adeptos. No entanto o fato de ter apenas um bom tênis para começar, faz com que as pessoas saem correndo sem realmente saber se esse que é usado para jogar futebol, dançar, passear, trabalhar e muitas outras coisas, vire também o seu tênis de corrida, mas será que isso é correto? Pelo fato da corrida estar aumentando a cada dia, também cresce a disponibilidade de estudos falando sobre o assunto, e que por sua vez ajudam a surgir novas tecnologias e que com os tênis não poderia ser diferente, mas diante de toda essa oferta como escolher o melhor? Bom pensando nisso extrair algumas informações do site://www.asics.com.br/tipos-de-pisada/

O texto é curto e bem objetivo!

Você sabia que existem diferentes tipos de pisada e arqueamento, e claro diferentes tipos de tênis? Para escolher o melhor saiba um pouquinho mais:

Tipos de Arqueamento: Conhecer o arqueamento dos seus pés o levará a conhecer também seu tipo de pisada

Plano: Possui uma curvatura muito pequena e deixa uma faixa quase completa entre o peito do pé e o calcanhar. Os corredores que possuem pés planos – ou chatos – devem selecionar sapatos nas categorias Pronador a Pronador Severo.

Neutro: Deixa uma faixa normal ligando o peito do pé e o calcanhar, um pouco mais ampla do que o pé cavo, mas que ainda tem certa curvatura. Os corredores com pés neutros devem selecionar sapatos nas categorias Neutras a Pronador.

Cavo: Deixa uma marca com uma faixa estreita ligando o peito do pé e o calcanhar. Chamado de pé supinado ou subpronado, o corredor com esse tipo de curvatura deve selecionar um calçado nas categorias Supinador a Neutro.

Tipos de pisada: Analise sua pisada pela sola do seu calçado. Depois de um tempo de uso você pode ver quais são os pontos no tênis que apresentam maior desgaste.

Pronação: Acontece quando há uma rotação interna excessiva do pé e do tornozelo. Desta forma, mais tensão é posta na estrutura do pé, o que pode desalinhar o tornozelo, os joelhos e os quadris. A pronação desperdiça energia, fazendo com que seu estilo de corrida seja ineficiente e aumentando o risco de dores na canela e articulações, ou até mesmo lesões, caso o atleta utilize o tipo de calçado errado.

Neutra: A neutra é o tipo ideal de pisada, pois possui um nível equilibrado de pronação e supinação e cria uma absorção de choque eficiente na fase de apoio da pisada. O arco do pé tem altura média e o calcanhar permanece em posição vertical com relação ao solo. Um corredor “neutro” é geralmente mais biomecanicamente eficiente e o risco de lesões é menor.

Supinação: A supinação é o oposto da pronação e descreve uma situação em que o pé rola para o lado de fora. Neste caso, as forças durante o ciclo da pisada não são distribuídas igualmente pelo pé, que possui o arco alto e não tem sua mobilidade afetada. O peso do corpo do corredor fica nos dedos de fora, o que pode gerar lesões, principalmente nos joelhos, pés, e nas costas.

Agora que você já conhece o seu tipo de pisada e como o seu pé chega no asfalto, vamos a algumas características dos tênis de corrida que devem ser avaliadas no momento da compra. O mais importante a levar em conta é que seu tênis de corrida precisa ser bom o suficiente para você caminhar e correr sem dor. Escolha o tênis de acordo com o seu tipo de pisada e uma das características abaixo:

Amortecimento: Arco alto, pisada neutra e supinada, aumento do controle de impacto da entressola. O amortecimento extra irá compensar a falta de absorção de impacto dada pela não pronação. É extremamente importante para evitar impactos prejudiciais.

Controle do Movimento: Arco baixo, pisada pronada média a severa. Trazem tecnologias de suporte extra do lado interno do pé para diminuir a pronação excessiva e tende a ter solas mais amplas e planas. Ideal para corredores mais pesados que necessitam de apoio extra.

Estabilidade: Arco normal, pisada pronada leve. Estes calçados têm algum suporte interno medial e bom amortecimento da entressola. Como os arcos normais e médios dos pés são os mais comuns, a grande maioria dos corredores precisará de tênis da categoria estabilidade.

Conclusão do autor: Apesar de todas as dicas é muito importante que o tênis precisa ser, estar e ficar confortável antes, durante e depois de cada treino e corrida, esse sem sombra de dúvidas é o melhor! Se acontecer um atrito por menor seja vai ocorrer uma lesão e escrevo isso com toda a certeza do mundo porque já passei por essa experiência e não é legal! A lesão vai atrapalhar o seu treino e também sua corrida e em alguns casos até mesmo o seu dia-dia. Vale lembrar que o tênis do treino tem que ser o mesmo da prova, um número maior que o de costume é importante, porque é normal os membros incharem durante e após atividade física e uma meia fina de preferência sem costura, vão ajudar a manter seus pés saudáveis nos treinos e nas corridas. Não esqueça pouco importa a marca, a cor, o modelo e o valor, o importante mesmo é estar confortável.

Fonte: asics.com.br/tipos-de-pisada/

Last edited by
oldestnewest

You may also like...