Esfriou! Veja cuidados para correr no frio

As temperaturas despencaram do dia para a noite. Então, cuidado com o treino de hoje (e dos próximos dias). O organismo sofre com essas quedas repentinas de temperatura e a imunidade diminui, o que facilita o caminho para gripes e resfriados. Veja as dicas que separamos para você manter o ritmo dos treinos e não deixar de correr no frio:

Aquecer (e desaquecer) para correr no frio

Com as baixas temperaturas, é instintivo: o corpo fica mais “recolhido”. A musculatura não responde de imediato e você pode se lesionar se não aquecer corretamente. Para os minutos que antecedem a sua corrida, use o aquecimento como forma de preparar a musculatura para o exercício.

Quando aquecemos, várias mudanças fisiológicas acontecem no corpo: os músculos em movimento amolecem as fibras, tornando-as mais flexíveis; as articulações produzem lubrificantes e ficam mais soltas e deslizantes; e o corpo aquecido fica mais preparado para correr e pronto para receber o estímulo do treino.

Correr no frio também pede uma preocupação com o desaquecimento. “Os músculos estão com bastante fluxo de sangue e estão relativamente mais cansados. Se você parar o treino de repente, pode acumular toxinas nos músculos, principalmente nas pernas e nas coxas, que são os mais usados na corrida”, explica o fisioterapeuta Marcel Sera.

Por isso, quando você esfria o seu corpo gradativamente, o acúmulo dessas substâncias vai diminuindo aos poucos, reduzindo o tempo necessário para a recuperação muscular”, acrescenta Sera.

O que vestir para correr no frio

Em temperaturas muito baixas, é recomendável que o corredor proteja principalmente as extremidades do corpo (pés, cabeça e mãos). Até mesmo pela textura das roupas, é comum que o corredor saia bastante suado depois de correr no frio. Por isso, recomenda-se vestir uma roupa seca imediatamente após o treino. Lembre-se: muito tempo de exposição ao frio com a roupa úmida pode causar uma gripe no dia seguinte.

Veja algumas sugestões de roupas e acessórios para correr no frio clicando aqui.

Hidratação

Quando o tempo esfria, a tendência é que a gente esqueça de beber muito líquido durante o dia. Não faça isso. A hidratação é indispensável para a saúde do organismo: além de repor o líquido perdido na corrida, elimina toxinas do organismo, mantendo-o saudável.

Alimentação

Invista no consumo de frutas, legumes e verduras frescas, carnes magras e cereais integrais – esse tipo de alimentação garante mais vitaminas, minerais, antioxidantes e outros nutrientes essenciais que ajudam a aumentar a resistência do organismo.

No frio, as sopas ganham destaque e podem ser excelentes opções para o jantar. Leves e fáceis de preparar, elas esquentam o corpo de forma saudável.

Veja algumas receitas para inspirar os dias frios: Sopas para o frio

Uma alimentação rica em carboidratos e proteínas é fundamental para a recomposição muscular, inclusive no frio. Incluí-los em sua dieta, antes dos treinamentos, fará com que você tenha mais disposição e energia para correr em temperaturas mais baixas.

E não se esqueça: a prática regular de exercícios físicos colabora para manter a imunidade em alta, “fugindo” dos vírus e bactérias comuns nesta época. Então, coragem para sair das cobertas e ir correr.

fonte: o2porminuto.ativo.com/corri...

1 Reply

oldestnewest
  • Obrigado pelas dicas e bora correr com moderação e cuidado no frio.....mas vamos correr....