CORRENDO NA CHUVA!

CORRENDO NA CHUVA!

Tempestades com raios e treinos com saúde debilitada são únicos poréns da prática, que pode ser bastante refrescante em dias quentes !

Você sai do trabalho animado com seu treino em local aberto e, assim que chega em casa, São Pedro parece querer estragar seus planos de correr. Mas a chuva não precisa ser um empecilho para a atividade física, desde que sejam respeitados alguns conselhos: correr gripado ou saindo de um resfriado não é uma boa ideia, assim como sair de casa com incidência de raios durante uma tempestade. De resto, siga as dicas dos especialistas e corredores e aproveite o momento para colocar a mente e o corpo em dia.

Segundo a fisioterapeuta Raquel Castanharo, especialista do EU ATLETA, aquecimento, terreno regular, boa postura e roupas secas após os treinos garantem um ótimo desempenho.

- Na chuva, evite lugares desconhecidos e com terreno irregular. Buracos escondidos por poças de água podem causar entorses de tornozelo e problemas no joelho. Para fugir da água que vem em direção ao rosto, a tendência é abaixar a cabeça e inclinar o tronco para a frente. Essa postura mantida por um treino longo pode causar dores na coluna, então procure um trajeto onde a água não vá diretamente contra o seu rosto. Um bom aquecimento é fundamental antes da corrida e ao final é importante trocar rapidamente as roupas molhadas para não deixar o corpo frio – afirmou a especialista.

Ingerir cinco porções diárias de frutas, verduras e legumes garante o acúmulo de vitaminas e minerais"

Cristiane Perroni

Apesar da crença que sugere que exercícios na chuva podem afetar o sistema imunológico, cientistas comprovaram que a queda da temperatura corpórea aumenta o nível de atividade das células de defesa do corpo, portanto, não desanime! É o que afirma o treinador carioca Marios Couto.

- Sou um grande fã de correr na chuva. Já acordei num domingo bem cedinho e ao ver que estava chovendo, coloquei meu tênis e fui correr. Dia desses saí para pedalar e depois correr debaixo de chuva forte. Uma sensação maravilhosa. Quanto ao resfriado, acho um grande mito. Logicamente não fico parado com a roupa molhada me expondo ao vento ou frio. Dou aula diversas vezes sob chuva, chego a ficar duas horas dando treino debaixo d'água e nada de doença. Basta estar bem fisicamente, com sistema imunológico em dia (boa alimentação e atividade física) que não tem resfriado que apareça.

Você já entendeu que correr na chuva, desde que não seja sob raios e com a saúde debilitada, não tem problema algum. Porém, o que vestir? Um casaco impermeável e um boné para facilitar a visão são suficientes. Se o tempo abrir, use roupas com tecidos sintéticos, óculos escuros e protetor solar, além do boné. Assim, a combinação isolamento térmico, troca de ar, absorção e transporte de umidade, além do conforto, estão presentes no treinamento. O treinador Manuel Lago, especialista do EU ATLETA, alerta para a conservação dos tênis.

- No Brasil, como é muito difícil termos temperaturas muito baixas, perto de 0ºC, o único senão é o cuidado com os tênis, que podem estragar e mofar muito cedo. Para preservar os calçados, eles devem ser colocados para secar o mais rapidamente possível e, de preferência, com spray antibactericida.

Para a paulista Paula Narvaez, uma boa alimentação garante a qualidade do treino.

- O importante é ter as vitaminas do corpo em dia. Com a imunidade boa, você pode correr onde e quanto quiser.

A nutricionista Cristiane Perroni, especialista do EU ATLETA, concorda com a corredora.

- É fundamental manter a imunidade equilibrada através da boa alimentação, prática moderada de atividade física e repouso. Ingerir cinco porções diárias de frutas, verduras e legumes garante o acúmulo de vitaminas e minerais, potentes antioxidantes que atuam estimulando o sistema imunológico e combatendo os radicais livres. Além disso, consumir vitamina C presente nas frutas cítricas, iogurte e leite fermentado, além de gorduras do bem como azeite e oleaginosas, atuam na melhora do processo de defesa do organismo.

Não se esqueça de manter a hidratação constante, pois mesmo sob chuva, o corpo perde líquidos através da transpiração e precisa de reposição adequada.

Fonte: globoesporte.globo.com/eu-a...

oldestnewest

You may also like...