O começo na corrida e a força do hábito

O começo na corrida e a força do hábito

O começo na corrida pode ser trabalhoso, mas quando o esporte torna-se parte da sua vida tudo fica mais fácil.

A maior barreira para todos que se envolvem na busca fundamental de transformação é conseguir se manter no caminho certo sem pestanejar. Os obstáculos são imensos no começo na corrida, é difícil ver o retorno da prática para tê-la como incentivo. Acordar mais cedo, com o frio desta época jogando contra, pode levar muitos iniciantes a desanimarem logo nos primeiros meses de caminhada. Pude notar, ao longo da minha vida como profissional da saúde, que vencer essa etapa é mesmo difícil, mas, em contrapartida, passando por ela tudo fica mais fácil.

Então, meu querido leitor, insista mais um pouco, pois logo em seguida virá a recompensa. Você irá perceber grande aumento de energia e vitalidade. Como consequência, essa recompensa irá levá-lo a se aplicar mais e mais em seus treinamentos, que, como num ciclo, irão proporcionar mais ânimo e entusiasmo em sua vida. Poderá notar que em breve será mais ativo em sua vida pessoal e muito mais produtivo na vida profissional.

Gostaria que todos que estão passando por este momento tão difícil de adaptação à corrida entendessem como a vida funciona. É comum querermos fazer somente aquilo de que gostamos, mas a realidade da existência não é bem assim, já que, às vezes, também temos que nos obrigar a superar coisas que não nos agradam. Saiba que, com o passar do tempo, você irá se habituar ao exercício. Neste primeiro momento, entretanto, é necessário se impor e, simplesmente, sair e correr!

Gosto de usar como exemplo o meu querido Ayrton Senna, que detestava correr — a pé, claro — e até declarou isso em um jornal. No entanto, ele acabou ficando tão habituado aos treinos de corrida que hoje são comuns suas fotos de calção correndo em uma pista, campo ou praia deserta.

Tudo em nossa vida funciona desta exata forma: depende do hábito! É normal gostar daquilo que estamos fazendo e ter certo receio das coisas que não nos são comuns. Entenda isso e tudo vai ficar muito fácil. Você que está neste início de atividades com o seu corpo vai sentir muita dificuldade, sim, mas se insistir um pouco tudo ficará cada vez mais fácil e natural — até a corrida tornar-se uma paixão em sua vida.

Não fique aí pensando nas dificuldades ao sair para correr, mas sim no bem que você está fazendo para seu corpo e mente. Nunca se esqueça de que o futuro é hoje. Isto é, tudo que estiver fazendo para o seu bem agora virá no futuro próximo de maneira absolutamente concreta. Devo ter trabalhado muito bem com o meu corpo nos últimos 50, 60 anos, pois agora, com 76, estou numa forma espetacular. Sinto-me muito jovem e com uma energia colossal.

Uma informação importante, para finalizar, é que você deve procurar colocar um ritmo confortável em sua caminhada ou corrida, ficando sempre atento à respiração. Evite ficar ofegante ou demasiadamente sem ar. Busque, sempre, sentir-se bem durante e depois do treino. Ao correr com respeito ao seu corpo você irá sentir mais satisfação neste início — e tudo será bem mais fácil.

(Coluna publicada na Revista O2 – edição146 – julho de 2015)

Por Nuno Cobra

O que você está esperando?

Vamos começar!

3 Replies

oldestnewest
  • Sensacional!

    Gil bacana este texto do Nuno Cobra.

  • Texto Maravilhoso!!

    Valeu Gil!!!

  • Passando por essa fase! Comecei segunda-feira. Saindo do sedentarismo com a ajuda da tabela. No primeiro treino achei que ia morrer MESMO! Já no segundo foi muito, mas muito melhor. A disposição parece ser uma mola propulsor. Hoje tem mais!

You may also like...