SERIA A DIABETES MAIS VIOLENTA QUE A GUERRA?

SERIA A DIABETES MAIS VIOLENTA QUE A GUERRA?

Somente aqueles que sobreviveram a uma guerra conhecem a sua dura realidade.

Devemos reconhecer e homenagear aqueles que serviram e se sacrificaram, seja com a vida ou integridade física.

Reconhecemos os milhares que deram suas vidas no serviço militar.

Entre a 1 ª Guerra Mundial até os dias atuais, um número estimado de 19.000 amputações, pelo menos, foram realizadas em soldados americanos durante o seu serviço militar.

Essas amputações representam a perda parcial ou total de membros com as suas deficiências ao longo da vida.

Tão ruim quanto essa perda significa, considere isto: Nos Estados Unidos sozinho, em um ano (2010), cerca de 73.000 amputações foram realizadas devido ao diabetes. A maioria das amputações relacionada com diabetes são dos dedos do pé, pés e pernas.

Em uma escala anual, as operações militares norte-americanas representam cerca de 192 amputações por ano, em comparação com mais de 70.000 em um ano relacionada com a diabetes.

Assim, desde o ponto de vista da perda do membro e tudo o que implica – qual é mais violento? A guerra ou diabetes?

POR QUE O DIABETES CAUSA TANTAS AMPUTAÇÕES?

Diabetes não controlado significa ter os níveis de açúcar no sangue demasiadamente elevados por um longo tempo. Isto provoca danos por todo o corpo e de muitas maneiras, incluindo danos nos nervos e sistema circulatório para os pés e pernas. Isso faz com que as pessoas possam ferir seus pés e não sentir o dano realizado até que seja tarde demais, tendo uma infecção já instalada.

Combinado com a má circulação, o membro ferido não tem fornecimento de sangue adequado para curar o dano, e assim, a parte deve ser removida cirurgicamente.Se você acha que controlar seu diabetes é inconveniente e desafiador, então imagine o “inconveniente” de perder partes de seu corpo.

Agora a boa notícia: Isso tudo é evitável.

Faça o que for preciso para assumir um estilo de vida saudável.

Deixe sua equipe de saúde ajudá-lo a obter e manter o controle de seu diabetes e estilo de vida.

Vale a pena todo o esforço.

Não acredita em mim?

Pergunte a um paciente diabético “veterano” que perdeu um membro.

Jeffrey Hagen, DPM, é um podólogo certificado pelo Conselho com Clínica Médica Visalia.

visaliatimesdelta.com/

Fonte: portal tiabeth

oldestnewest

You may also like...