Especialista internacional em próstata apresenta em São Paulo avanço no tratamento

Cirurgia a laser para a doença mais comum da próstata - a HPB - tornou-se elegível a 100% dos homens, inclusive cardíacos, que não podem se submeter a procedimento tradicional

Hiperplasia Benigna atinge 80% da população acima dos 50 e causa o inchaço da glândula, podendo levar a obstrução total da uretra

O urologista americano Gregg Eure, professor assistente da Eastern Virginia Medical School, vem ao país apresentar um avanço na tecnologia que vaporiza a próstata por meio de laser em um procedimento minimamente invasivo e sem cortes. O especialista apresenta a terceira geração do equipamento conhecido como Green Light® XPS, que permite que o procedimento seja realizado em menos tempo, com mais precisão, e também em próstatas acima de 100g - até então o limite de tamanho para cirurgia a laser.

Leia o artigo completo em: saudedaprostata.org.br/inde...

2 Replies

oldestnewest
  • Prezados,

    Fiz recentemente ressonância da pélvis, onde detectou nódulo na parte central da próstata. Nesse exame o tamanho foi de 65g. Anteriormente, já tinha feito duas biópsias(12/18 fragmentos) com resultado negativo. PSA atual 5,15. O médico indicou RTU pois quer fazer biópsia deste nódulo. Pergunta: Posso fazer a cirurgia a laser nessa situação? Quais vantagens/desvantagens dessas duas técnicas?

    Att

    Fernando César Monteiro

  • Caro Fernando,

    O aumento da próstata é natural nos homens. A estimativa é que mais de 80% dos homens terão algum tipo de problema da próstata com a idade.

    Procure saber um pouco mais sobre os problemas da próstata em nosso site: saudedaprostata.org.br.

    O tratamento da hpb inicialmente é através de medicamentos, que é menos invasivo.

    Existem vários medicamentos para HPB. Se um não funcionar o médico poderá tentar com outro.

    Outra alternativa seria a cirurgia, mais invasiva.

    Com relação aos tratamentos cirúrgicos, a tradicional é a RTUP, mas você tem o laser e o plasma evaporação. Entretanto, por serem cirurgias mais novas, sabemos que a as probabilidades de haver sequelas são maiores, apesar de menos invasivas e de recuperação mais rápida. As probabilidades de sequela pela RTUP são as mais baixas.

    Não deixe de ser acompanhado por um médico, fazer os exames necessários e sanar, com ele, todas as dúvidas que tem.

    Espero ter ajudado e nos colocamos a disposição para mais esclarecimentos.

    Atenciosamente,

    Danilo

    Associação pela Saúde da Próstata

You may also like...