SATISFAZENDO AS NECESSIDADES DOS ALUNOS COM DIABETES NA ESCOLA

SATISFAZENDO AS NECESSIDADES DOS ALUNOS COM DIABETES NA ESCOLA

Para os alunos com diabetes e seus pais, a volta à escola significa muito mais do que comprar o material escolar e encontrar a lancheira perfeita.

Significa fazer um plano que garanta com que a criança com diabetes fique segura na escola.

Diabetes afeta cerca de 208.000 jovens com menos de 20 anos de idade nos Estados Unidos e é uma das doenças crônicas mais comuns em crianças.

Esta é uma condição de saúde que deve ser gerenciada 24 horas por dia, 7 dias por semana, incluindo o tempo gasto na escola e durante as atividades relacionadas com ela.

A coordenação e colaboração entre os membros da equipe de saúde escolar, os pais / responsáveis pelo aluno, e médicos, são essenciais para ajudar o estudante a gerir a sua diabetes. Os funcionários da escola, do motorista do ônibus até a enfermeira, dos professores ao pessoal do serviço de alimentação, podem desempenhar um papel importante.

O Programa Nacional de Educação sobre Diabetes, um programa dos Institutos Nacionais de Saúde e dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, recentemente atualizou seu recurso, “Ajudando o estudante com Diabetes a ser bem sucedido:. Um Guia do Pessoal escola”. Ele fornece a orientação necessária para o desenvolvimento de um plano para o cuidado diário de crianças com diabetes no ambiente escolar.O guia escolar contém três ferramentas importantes para ajudar as escolas a implementar a gestão de um plano eficaz para a diabetes:

uma amostra da gestão médica para o tratamento da diabetes,

exemplo de um modelo de um plano de assistência médica individualizada

uma amostra de planos de cuidados de emergência

Essas ferramentas podem ajudar o pessoal da escola a identificar e ajudar na gestão da diabetes dos alunos.

Fornecer às enfermeiras, professores, administradores e outros funcionários da escola, um plano de gestão da diabetes detalhado e prover um treinamento adequado para executar este plano, irá prepara-los para apoiar suficientemente os alunos com diabetes.

Por exemplo, as enfermeiras e outros funcionários da escola que receberam formação em cuidados com diabetes podem estar preparados para ajudar o aluno a completar tarefas relacionadas com a diabetes, como a administração de insulina e monitoramento de glicose no sangue.

Diabetes exige um cuidadoso equilíbrio de alimentos, exercícios e medicação para minimizar os riscos de problemas de saúde adicionais relacionadas.

Em uma base diária, evitar que a glicemia alcance níveis demasiadamente altos ou muito baixos – condições conhecidas como hiperglicemia e hipoglicemia – pode ser um desafio.

O pessoal da escola deve aprender a conhecer os sinais de aviso da hiperglicemia e hipoglicemia em alunos com diabetes. Uma criança com diabetes que experimenta qualquer uma destas condições necessita de acesso a suprimentos médicos e snacks ou bebidas para equilibrar os seus níveis de açúcar no sangue. Os professores e motoristas de ônibus podem precisar fazer concessões para o acesso a alimentos e bebidas na sala de aula e no ônibus.

O estabelecimento do planos de cuidados de emergência ajuda as crianças com diabetes, enfermeiros escolares e funcionários da escola a trabalhem juntos para gerenciar com sucesso a glicemia alta ou baixa no ambiente escolar.

Comunicar-se com antecedência com professores do seu filho e outros funcionários da escola poderá ajudar a tornar o ano letivo mais saudável.

Fonte: Artigo portal tiabeth de 13/10/2016

huffingtonpost.com/

oldestnewest