SEXO E DIABETES TIPO 1 – DÚVIDAS E ORIENTAÇÕES

SEXO E DIABETES TIPO 1 – DÚVIDAS E ORIENTAÇÕES

DÚVIDA

Eu tenho diabetes tipo 1 desde os 10 anos de idade. Quando meu marido e eu nos casamos, eu não tinha problemas com o meu desejo sexual. Após o nascimento de nossos três filhos, no entanto, notei uma grande diminuição de meu desejo. Eu também tive uma histerectomia e ainda ganhei mais 23 quilos desde que nos casamos. Você acha que meu peso tem algo a ver com isso? Eu realmente não sinto que é justo culpar meu marido pela minha falta de desejo. Ele ainda demonstra me querer.Parece-me que diabetes e sexo em relação aos homens é um livro aberto, mas diabetes e sexo em relação às mulheres tem ainda muito mistério.

Por que tem que ser dessa maneira? Será que devo conversar isso abertamente com ele?

RESPOSTA

Está certo que a sexualidade das mulheres ainda está “muito no armário”, e não apenas em relação à diabetes. Durante séculos, crescemos ouvindo que as mulheres não devem gostar de sexo ou querer sexo com muita frequência. A sexualidade masculina é elogiada e admirada ( “ele é um garanhão”), enquanto que a sexualidade feminina costuma ser pejorativa ( “ela é uma prostituta”).

Um exemplo: alguns países, estados e empresas oferecem gratuitamente o Viagra e / ou outros medicamentos para a ereção masculina, mas não reembolsa nem as pílulas anticoncepcionais.

Vamos trazer a diabetes e sexualidade das mulheres para um campo aberto então?!

Homens, isto também vale para vocês.

Normalmente, a diabetes (tipo 1 ou 2) não diminui diretamente o desejo sexual (também chamado de “libido”). Indiretamente, no entanto, ela pode reduzir a libido em várias formas.

Se os seus açúcares não estão bem controlados, você vai se sentir muito cansado para o sexo. Se você estiver com inflamação nos nervos, uma neuropatia, o sexo não vai parecer ser tão bom. Você pode ter problemas de lubrificação e, possivelmente, dor com a relação sexual, que, obviamente, é anti-clímax.

Mulheres com diabetes são mais propensas a ter infecções vaginais (vaginite), o que torna o sexo desconfortável.Depressão muitas vezes vai junto com a diabetes e depressão desencoraja o sexo. (Às vezes, porém, o sexo é um bom remédio para a depressão, bastando começar.)

Os medicamentos utilizados para tratar a depressão também podem reduzir a libido.Mas no seu caso, podemos pensar em várias outras explicações.

Você tem três filhos, e eu tenho certeza que eles ocupam muito de sua energia e atenção. Você teve uma histerectomia, e baixo desejo sexual é comum após uma histerectomia.Vinte e três quilos de peso extra também pode causar problemas de desejo. Talvez você não se vê mais como atraente, ou talvez o seu marido não vê mais. O peso, como as crianças, também poderiam estar deixando você cansada.Você não diz quantos anos tem, mas seus níveis hormonais podem estar baixos. Isto é normal com o envelhecimento. Baixo nível de estrogênio e / ou baixos níveis de testosterona levam a uma diminuição da libido.

Problemas no relacionamento podem estar interferindo com o sexo. Pode haver questões com as quais você e seu marido precisam resolver, ou podem haver questões da vida cotidiana (falta de dinheiro, crianças, pais, ou problemas de saúde) que estão forçando demasiadamente a ambos sobre pensar no amor.

Finalmente, você e seu marido estão juntos há muito tempo. Se você pensar em sexo apenas como uma relação sexual e fazer praticamente a mesma coisa ano após ano, você não acha que poderia estar um pouco entediada com o sexo? Talvez você pudesse tentar algo diferente, algo mais ousado, ou posições, pelo menos, diferentes.

ENTÃO O QUE VOCÊ DEVERIA FAZER?

A primeira coisa é ter certeza de que sua glicose está bem controlada, porque um bom controle traz muitos benefícios, incluindo o bom sexo.

Segundo, você pode pedir ao seu médico para verificar os seus níveis hormonais e, possivelmente, avaliar seus remédios para ver se eles podem estar enfraquecendo o seu desejo. Se seus hormônios estão baixos, fazer uma reposição hormonal é bastante fácil. Um exame ginecológico pode ser uma boa ideia.

Se você não foi avaliada para a depressão, você poderia fazer isso também. A depressão pode ser auto-gerida ou tratada com terapia e / ou medicamentos.Você e seu parceiro precisam conversar sobre isso. Tente identificar as coisas que possam animá-la (e a ele), bem como coisas que podem estar ficando no caminho.

Seria seu peso, o diabetes ou um problema com ele? Ou com você? Existem receios ou ressentimentos que pesam na relação? Seja honesta.

Lembre-se, as palavras, quando ditas com amor, não costumam mal a alguém. Mas não dizer o que você sente pode machucar você e seu relacionamento.Você precisa levar algum tempo para voltar a ter prazer. Não espere ir direto para o sexo sem antes entrar no clima. Tire um pouco de férias das crianças, relaxe o trabalho doméstico, seu trabalho, ou não fale sobre as finanças. Compre uma boa garrafa de vinho, coloque uma música, um vídeo mais que romântico.Boa sorte e depois nos deixe saber como ficou sua relação.

Fonte: portal tia beth / por Davi Spero

diabeteshealth.com/auth...

1 Reply

oldestnewest
  • Com uma resposta dessas não precisa se dizer mais nada!