5 MANEIRAS DE DESCOBRIR SE SEU DIABETES ESTÁ SENDO TRATADO EXCESSIVAMENTE

5 MANEIRAS DE DESCOBRIR SE SEU DIABETES ESTÁ SENDO TRATADO EXCESSIVAMENTE

A intenção pode ser boa, mas o tratamento excessivo também pode fazer mal à saúde.

Diabetes é uma doença perigosa que coloca muitas pessoas em risco de ataque cardíaco, acidente vascular cerebral, insuficiência renal, cegueira, amputação … uma abundância de coisas sérias. Felizmente, pílulas e injeções podem reduzir o açúcar no sangue e, assim, reduzir o risco dessas sequelas terríveis. Infelizmente, os médicos às vezes tratam do açúcar no sangue demasiadamente, baixando-o para além do ponto em que ele ajuda a evitar ataques cardíacos e derrames em pacientes, de fato para o ponto onde os pacientes poderiam acabar sofrendo episódios de hipoglicemia – quando o açúcar no sangue cai a níveis perigosamente baixos.

Como você pode saber se o seu médico está tratando o açúcar no sangue de forma muito agressiva?

Aqui estão alguns sinais de alerta possíveis.

Importante:

Estes são possíveis sinais de excesso de tratamento para as pessoas com diabetes tipo 2, o tipo que geralmente começa em adultos. Mas uma vez que cada paciente é diferente, é importante reconhecer que, se você acha que pode estar passando por tratamento excessivo, fale sobre isso com o seu médico. Dito isto, aqui estão algum possíveis sinais de excesso de tratamento que poderiam sugerir que você precisa falar com seu médico.

1. A1C CONSISTENTEMENTE INFERIOR A 7.

O índice A1C, como a maioria de vocês com diabetes sabem, é um teste de sangue que estima a leitura média de açúcar no sangue durante os últimos dois ou três meses. Pessoas sem diabetes geralmente têm níveis de A1C menores que 5,7, com níveis pré-diabéticos entre 5,7 e 6,4. Isso significa que a diabetes começa tipicamente com um nível A1C de 6,5. Você poderia pensar, então, que a meta de tratamentos para a diabetes seria trazer açúcares das pessoas para baixo para onde eles têm A1C’s normais. Mas você estaria errado.

O objetivo do tratamento do diabetes é reduzir o açúcar suficiente para reduzir as complicações da doença sem chegar a tão baixo para que acabe por criar outros problemas, como episódios perigosos de hipoglicemia. Por essa razão, os especialistas em geral concordam em um objetivo de obter A1Cs menores de 7,5, evitando A1Cs inferiores a 7. Portanto, se seu A1C é invariavelmente menor do que 7, você deve perguntar ao seu médico se faz sentido relaxar um pouco seu tratamentos de diabetes.

2. VOCÊ TEM UM MONTE DE OUTROS PROBLEMAS MÉDICOS.

Se você tem um monte de outros problemas médicos que não a diabetes, geralmente, tratamentos agressivos para a diabetes pode ser mais arriscado para você, ao mesmo tempo em que são menos propensos a lhe beneficiar. De acordo com uma pesquisa da Clínica Mayo, cerca de 20% dos pacientes com históricos de saúde complexos, no entanto, recebem tratamento intensivo diabetes.

3. IDADE AVANÇADA PODE SIGNIFICAR UM TRATAMENTO MENOS INTENSIVO.

Conforme as pessoas envelhecem, os benefícios do tratamento intensivo da diabetes são reduzidos. Muitos dos benefícios de tal tratamento estão no longo prazo, como reduzir a chance de ataques cardíacos ou insuficiência renal. Isso significa que se você está, digamos, com 85 anos de idade, tomar um monte de comprimidos para diabetes e injeções para evitar um ataque cardíaco aos 95 anos pode não fazer sentido, especialmente se considerarmos o aumento da chance de você vai experimentar efeitos colaterais nessa idade.

4. ALGUMAS PÍLULAS NÃO SÃO RECOMENDADAS PARA PACIENTES IDOSOS.

Sulfonilureias são drogas muito populares usadas para o tratamento da diabetes. Elas incluem comprimidos como Diabenase, Amaryl, Glucotrol, Diabeta, e Micronase. Mas a maioria dos especialistas em diabetes não recomendam essas pílulas para pacientes idosos, devido ao risco de efeitos colaterais.

5. VOCÊ JÁ TEVE SINTOMAS DE UMA BAIXA DE AÇÚCAR NO SANGUE (HIPOGLICEMIA)?

Se você já teve episódios de hipoglicemia, especialmente aqueles que necessitam de cuidados médicos urgentes, há uma boa chance de que seu médico deva considerar a redução da intensidade de seu tratamentos para o diabetes. Novamente, isso é um sinal de alerta geral, mas o seu médico sabe que é melhor para você. A Clínica Mayo encontrou um risco quase duas vezes maior de hipoglicemia quando os pacientes com problemas médicos complexos recebiam tratamentos intensivos do diabetes.

Os tratamentos de diabetes reduzem os riscos de longo prazo da doença. Contudo, é importante lembrar que o tratamento excessivo pode ser perigoso, também.

forbes.com/

tiabeth 27 de outubro de 2016

oldestnewest