4 RECOMENDAÇÕES PARA MANTER O DIABETES SOB CONTROLE NO TRABALHO

4 RECOMENDAÇÕES PARA MANTER O DIABETES SOB CONTROLE NO TRABALHO

Atualmente, o diabetes por si só não é uma condição para que um indivíduo deixe de trabalhar. Se você tem diabetes, pode desenvolver seu trabalho normalmente, mas podem ser necessárias algumas mudanças para controlar adequadamente a doença e as possíveis situações de risco. Com os ajustes necessários, é possível seguir sua vida profissional juntamente com seu tratamento.

Alguns indivíduos ficam na dúvida se devem ou não informar a empresa sobre sua condição. Na verdade, esconder (ou omitir) que você tem diabetes pode não ser uma boa ideia para sua própria segurança.

O fato das pessoas que trabalham com você saberem sobre a sua condição permitirá um melhor atendimento a você no caso de algumas situações que podem ser de emergência (episódios de hipoglicemia ou hiperglicemia no local de trabalho).

Por outro lado, a empresa deve conceder pausas para que você possa medir a sua glicose, administrar medicamentos e/ou insulina e ainda consumir alimentos em momentos de necessidade. Mas essas pausas não devem ser muitas e devem ser de curta duração.

Aqui temos algumas recomendações que você deve considerar para controlar o diabetes no trabalho:

1. Controle de hipoglicemias

A possibilidade apresentar episódios de hipoglicemia é o primeiro elemento a considerar. A maioria destes episódios podem ser evitados, sem quaisquer problemas, e aqueles que venham a acontecer podem ser controlados.

É normal sentir-se um pouco mal ou com dor de cabeça depois de um desses episódios, mas geralmente isto não deve ser uma desculpa para deixar o trabalho.

Seus colegas de trabalho podem ajudar em casos mais graves, daí a importância de informa-los sobre sua condição e sobre como agir nestas situações.

Uma pessoa com diabetes geralmente sabe quando seus níveis de açúcar no sangue estão um pouco baixos (fome, tremores, transpiração, ansiedade, irritabilidade, visão turva, dificuldade de concentração, confusão, etc). A ingestão de carboidratos eleva a glicemia e os sintomas desaparecem.

É importante checar sua glicemia após um período de cerca de 15 minutos, para ter certeza de que passou seu episódio de hipoglicemia, e então, se pode consumir mais algum carboidrato, agora de absorção lenta.

2. Planejamento Alimentar

Pessoas com diabetes têm uma maior necessidade de consumir carboidratos no meio da manhã, porque a essa hora os níveis de açúcar no sangue costumam estar mais baixos. Então, fazer um lanche entre o café da manhã e o almoço ajuda a prevenir a hipoglicemia.

Outro ponto importante é evitar consumir açúcares simples durante o horário de trabalho, além de respeitar o horário das refeições. É recomendável ter sempre à mão doces, balas, biscoitos, etc. para controlar alguma hipoglicemia que possa surgir.

3. Armazenamento e transporte de insulina

Você deve evitar expor a insulina a temperaturas menores de 0°C ou maiores de 30°C. A insulina deve ser mantida no refrigerador entre 2 e 8°C. Quando ficar fora desta faixa, pode se alterar por conta da temperatura (adquire uma cor amarelada) e deve ser descartada.

4. Informar aos colegas de trabalho

Mesmo que inicialmente você não queira, é melhor que os seus colegas, chefes e outras pessoas que trabalhem próximo a você saibam que você tem diabetes. Em qualquer situação de emergência, eles já saberão o que devem fazer e assim, poderão ajudá-lo mais facilmente.

É importante explicar-lhes os sintomas, tratamento e tudo o que você julgar prudente para ajudá-lo principalmente em casos de hipoglicemia.

Mas no caso de você perder a consciência, informe-os que não devem tentar fazer você ingerir quaisquer líquidos ou sólidos; nestes casos, deve-se administrar uma dose de glucagon, caso indicado por seu médico (que deve ser armazenado à temperatura ambiente abaixo de 25 ° C).

Para concluir, e para que você possa estar tranquilo no trabalho, apresentamos um resumo das questões a considerar:

1.Não saia da dieta definida por seu médico ou nutricionista.

2.Respeite os horários das refeições.

3.Conserve sua insulina adequadamente.

4.Informe às pessoas que trabalham com você sobre o que fazer em um caso de hipoglicemia grave (nessa situação, você pode precisar da ajuda deles, especialmente se tiver perda de consciência).

5.Em situações de esforço excessivo, é importante ter à mão um alimento de acordo com a atividade física a ser realizada naquele dia.

6.Tenha à mão um kit de glucagon, no caso de seu médico ter indicado.

Fonte:

Escrito por Edith Gomez , do portal diabetv

oldestnewest