METFORMINA NO LONGO PRAZO ESTÁ LIGADO A MAIOR RISCO DE DEFICIÊNCIA DA VITAMINA B12, DIZ ESTUDO

METFORMINA NO LONGO PRAZO ESTÁ LIGADO A MAIOR RISCO DE DEFICIÊNCIA DA VITAMINA B12, DIZ ESTUDO

O cansaço frequente é um dos sintomas causado pela deficiência de vitamina B12

As pessoas que tomam metformina, um medicamento comum para Diabetes Tipo 2, durante vários anos podem estar em risco elevado de deficiência de vitamina B12 e anemia, de acordo com uma nova análise de dados de longo prazo.

Metformina ajuda a controlar a quantidade de açúcar, ou glicose, no sangue, reduzindo a quantidade de glicose que é absorvida a partir de alimentos ou produzida pelo fígado, aumentando a resposta do organismo ao hormônio insulina, de acordo com o National Institutes of Health.

“A metformina é a droga mais comum usada para tratar de Diabetes Tipo 2, tendo, no momento, milhões de pessoas fazendo uso por um período prolongado (vários anos)”, disse o autor principal do estudo, o Dr. Jill P Crandall da Albert Einstein College of Medicine, em New York City, por e-mail.

“Um número menor de pessoas toma a metformina para prevenir o Diabetes ou para o tratamento da síndrome do ovário policístico”, disse Crandall à Reuters Health.

Os pesquisadores usaram dados do Programa de Prevenção de Diabetes e do Diabetes Prevention Program Outcomes Study, que acompanhou os participantes com alto risco de diabetes tipo 2 por mais de 10 anos.

O estudo começou com mais de 3.000 pessoas com idade de 25 anos e mais velhos e com o açúcar elevado no sangue. Os participantes foram aleatoriamente designados para receber ou 850 miligramas de metformina duas vezes por dia, medicação placebo ou encaminhados para um programa de estilo de vida intenso que não incluía a medicação. Para a nova análise apenas aqueles que tomaram placebo ou metformina foram considerados, e cerca de 50 participantes foram excluídos após realizarem cirurgia para perda de peso, o que afetaria seus resultados sobre a diabetes.

Durante o acompanhamento, os participantes forneceram amostras de sangue após 5 e 13 anos.

Usando estas amostras de sangue, os pesquisadores descobriram que pelo quinto ano, os níveis médios de B12 estavam mais baixos no grupo de metformina do que no grupo placebo, e deficiência de vitamina B12 foi mais comum, afetando 4 por cento das pessoas com metformina em comparação com 2 por cento daqueles que não tomavam a droga.

Baixos níveis limítrofes de B12 atingiam quase 20 por cento das pessoas com metformina e 10 por cento dos que tomavam placebo.

Os níveis médios de vitamina B12 foram maiores no ano 13 do que no ano 5, mas a deficiência de B12 também foi mais comum em ambos os grupos de metformina e placebo, conforme relatado no Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism.

Deficiência de vitamina B12 pode conduzir a danos nos nervos que podem se agravar, tornando-se irreversível, disse Crandall.

“A deficiência de B12 grave e prolongada também tem sido associada à cognição prejudicada e demência”, disse ela. “Ela também pode causar anemia (baixa contagem de células vermelhas do sangue) – porém, felizmente, esta condição é reversível com o tratamento”.

Mais pessoas no grupo metformina também estavam anêmicas no quinto ano do que no grupo placebo.

Há mais de três milhões de casos de deficiência de vitamina B12 a cada ano nos EUA, que podem ser causados por dieta ou certas condições médicas. Os sintomas incluem fadiga, dormência ou formigamento.

Os seres humanos não produzem a vitamina B12 e precisam consumi-la à partir de fontes animais ou suplementos. Os vegetarianos podem obter o suficiente ao comer ovos e laticínios, mas veganos ou vegetarianos precisam apelar para os suplementos ou grãos fortificados.

Os médicos que prescrevem metformina para pacientes à longo prazo para o diabetes tipo 2, diabetes gestacional, síndrome do ovário policístico ou outras indicações, devem considerar uma avaliação de rotina dos níveis de vitamina B12, concluem os autores.

“O FDA e organizações como a Associação Americana de Diabetes não têm nenhuma recomendação formal para o monitoramento de B12 de pessoas que tomam metformina”, disse Crandall. “Dito isso, nosso estudo (e outros) sugere que um pequeno, mas significativo número de pessoas, pode desenvolver deficiência”.

“As pessoas que estão tomando o medicamento metformina deve pedir ao seu médico um exame para avaliar o seu nível de B12”, disse ele.

Restaurar os níveis saudáveis de B12 é fácil de conseguir com comprimidos ou injeções mensais, acrescentou.

“O risco de deficiência de vitamina B12 não deve ser considerado como uma razão para evitar tomar a metformina”, disse Crandall.

FONTE: bit.ly/1SWRxed Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, on-line 22 de fevereiro de 2016.

uk.reuters.com/

Portal Tiabeth de 10 de março de 2016

oldestnewest

You may also like...