Prática do pilates vem arrebatando o público masculino

Prática do pilates vem arrebatando o público masculino

Atividade física é indicada para reduzir tensões, eliminar estresses e até aumentar a disposição sexual.

Até há pouco tempo, o pilates era praticado, em sua grande maioria, pelo público feminino. Porém, isso veio mudando ao longo dos anos, e a prática desse tipo de exercício conquistou também os homens. O fisioterapeuta da Physio Pilates – Polestar Lúcio Santana explica que o método é um grande aliado para reduzir tensões, eliminar estresses e aumentar a disposição sexual. Ele acredita que o pilates vem conquistando cada vez mais a simpatia dos homens, graças ao apoio dos médicos e especialistas, que ajudam a esclarecer que o método pode ser indicado para atividades que superam a cura de patologias. O método foi inventado pelo alemão Joseph Hubertus Pilates, na década de 1920, e hoje já se faz presente no mundo todo.

Lúcio trabalha tanto com o pilates no solo (Mat) quanto nos equipamentos, que ajudam, ao mesmo tempo, no desenvolvimento da consciência profunda do corpo, de força e resistência muscular. “Equilíbrio, postura, flexibilidade, estabilidade, tudo pode ser aprimorado com o pilates, uma das atividades mais completas para o corpo humano. O método ainda colabora para melhorar a respiração, a circulação, o fortalecimento do corpo e a resistência”, ressalta o especialista.

A fisioterapeuta Flávia Miranda Pimentel explica que é importante praticar o pilates, por ser uma ginástica elaborada para se adaptar do sedentário ao atleta, do jovem ao idoso, utilizando-se de aparelhos com molas, que evitam a sobrecarga e o impacto articular. “Os benefícios são promover ganho de força muscular, concentração, e trabalhar a respiração. Pode ser praticado em qualquer idade, desde que a pessoa seja orientada por um bom profissional.”

PRECONCEITO

Sobre a grande procura pelos homens nos últimos anos, Flávia lamenta que eles ainda sejam minoria dentro do estúdio. “O que existia era muita falta de informação e preconceito. Nos últimos tempos, muitos homens procuraram o pilates por indicação médica, para melhorar dor na coluna, lesões de joelhos, e acabaram percebendo que a técnica não era somente alongamento. A mídia também ajudou a divulgar, quando mostrou que os atores Brad Pitt, Reynaldo Gianecchini e Carmo Dallla Vecchia também são praticantes.”

Ela ressalta que a classe masculina já está percebendo que a prática do pilates não é uma atividade leve. “Existe, sim, um preconceito, que é logo desfeito na aula experimental, na qual os homens percebem que o exercício feito com qualidade de movimento exige bastante da musculatura. A procura tem sido do jovem ao idoso, com o objetivo, na maioria das vezes, de alívio da dor. O pilates é uma atividade que proporciona benefícios físicos e estéticos. Para os sedentários, é recomendado três vezes por semana e, para quem pratica outra atividade, de uma a duas vezes é o suficiente.”

Aluno de Flávia, Eustáquio Guglielmelli diz que, atuando como bailarino e ator, tinha uma vida com atividades físicas intensas. “Depois de um acidente de carro, sem maiores consequências na época, e depois de alguns anos, descobri que o fato de não ter olhado em tempo me deixou sequelas. Dores imensas na região cervical, perda de movimentos do pescoço, entre outras. Com indicação para operação, passei a experimentar vários tratamentos, associados a medicação e, fazendo RPG (Reeducação Postural Global), descobri o pilates. Isso a cerca de 10 anos e não parei mais. Na realidade, o que eu precisava era do reforço muscular com uma consciência postural plena. Hoje, aboli a medicação e a prática do pilates me proporciona qualidade de vida.”

DISPOSIÇÃO

O advogado Leandro Fon, de 32, é adepto da rotina fitness. Faz musculação de duas a três vezes por semana para definir o corpo e melhorar a disposição. Consome alimentação equilibrada e procura estar sempre em dia com a balança. Para complementar, há dois anos aderiu ao pilates e se diz muito satisfeito com a escolha. O jovem confessa que no início não era fã do método: “Tinha um certo preconceito. Achava que atividade reduzia a reabilitação. Mas minha esposa me convenceu a conhecer e me encantei. Aliar, o método reduziu dores no corpo, corrigiu a postura, melhorou minha mobilidade e a resposta do meu corpo aos exercícios”, comenta Leandro, que pratica a atividade duas vezes por semana.

O Pilates também é indicado para pessoas da terceira idade, pois encurtamentos, fraqueza muscular, amplitudes reduzidas, padrões errados de movimento, lesões antigas, má postura, falta de consciência corporal e perda de equilíbrio, respiração encurtada, entre outros, são combatidos em cada sessão. Austregésilo Castro, de 67, psiquiatra, reconhece no pilates uma excelente alternativa para driblar os efeitos da idade. Praticante do método há sete anos, o especialista iniciou a atividade por recomendação médica, para tratar um problema com as vértebras cervicais que estavam desidratadas. “Passo 12 horas por dia sentado e isso começou a prejudicar muito minha postura. Dependia de uma medicação francesa, muito cara para eliminar a dor. Com a prática, vivo sem dores, minhas taxas de glicose e triglicérides são bem controladas e não uso mais remédios.”

Fonte: Saúde Plena : por Augusto Pio - Estado de Minas

oldestnewest

You may also like...