NEUROPATIA DIABÉTICA: COMO SABER SE EU TENHO?

NEUROPATIA DIABÉTICA: COMO SABER SE EU TENHO?

A neuropatia diabética (ND) é uma das desordens mais temidas causadas pelo diabetes. Muitos pacientes não irão apresentar nenhum sintoma de ND.

No entanto, há chances de que esses pacientes não estejam cientes de estarem sofrendo dessa condição. Então, o que pode ser feito? Como alguém pode saber com certeza se tem neuropatia diabética?

A Polineuropatia Periférica (doença que causa múltiplos danos aos nervos periféricos) a neuropatia mais comum em diabéticos. A medida preventiva mais importante é manter visitas regulares ao seu médico ou especialista. Este profissional será capaz de realizar uma série de testes para detectar os sintomas clínicos desta neuropatia. Esses sinais incluem dor, sensibilidade reduzida a lesões e dormência das pernas.

Os testes clínicos que talvez o seu médico recomende incluem:

◾Avaliação do Limiar de Vibração (usando garfo).

◾Sensibilidade Cutânea.

◾Percepção sensível ao toque (usando mono filamento de 10g).

◾Reflexo do tendão de Aquiles.

Tem sido demonstrado que a perda de sensibilidade ao monofilamento e a redução da sensibilidade vibratória podem prever o aparecimento de úlceras nos pés.

Por outro lado, a Neuropatia Autonômica Diabética inclui várias manifestações clínicas, tais como: taquicardia em repouso, intolerância ao exercício, hipotensão ortostática (pressão arterial baixa ao levantar-se), prisão de ventre, gastroparesia (disfunção motora e sensitiva do estômago), disfunção erétil, deterioração da função neurovascular e redução da resposta autonômica à hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue). De acordo com os sistemas afetados temos:

◾Neuropatia Cardiovascular: Caracterizada pela taquicardia em repouso (acima de 100 bpm) ou hipotensão ortostática (queda na pressão arterial sistólica superior a 20 mmHg, quando o paciente se levanta não há uma resposta cardíaca adequada).

◾Neuropatia Gastrointestinal: Afeta qualquer área do trato digestivo, causando doenças do esôfago, gastroparesia (paralisia parcial do estômago), prisão de ventre, diarreia e incontinência fecal. A constipação é o sintoma mais comum, mas pode alternar com episódios de diarreia.

◾Neuropatia do trato urinário: Infecção urinária de repetição, incontinência ou bexiga relaxada.

Se você sentir algum destes sintomas e suspeita que possa ter Neuropatia Diabética, agora você sabe o que fazer: Consulte o seu médico o mais rapidamente possível.

É importante considerar outras causas de neuropatia, tais como: medicamentos neurotóxicos, intoxicação por metais pesados, abuso de álcool, deficiência de vitamina B12 (particularmente aqueles que tomam metformina durante um período de tempo prolongado), doenças renais, neuropatia hereditária, vasculite e assim vai. Muitas destas neuropatias, incluindo a diabética, são tratáveis.

Um diagnóstico precoce é crucial.

Ao fazer isso, você apresenta grandes chances de obter o melhor tratamento, garantindo-lhe a qualidade de vida que você quer e merece!

Fonte: Posted by Dr. Leonel Porta/ diabetv

oldestnewest

You may also like...