Dieta mediterrânea ajuda a prevenir o declínio cognitivo relacionado à idade

Dieta mediterrânea ajuda a prevenir o declínio cognitivo relacionado à idade

Dieta mediterrânea ajuda a prevenir o declínio cognitivo relacionado à idade: ensaio clínico randomizado publicado pelo JAMA Internal Medicine, publicação online, de 11 de maio de 2015

Acredita-se que o estresse oxidativo e o comprometimento vascular podem mediar parcialmente o declínio cognitivo relacionado à idade, um forte fator de risco para o desenvolvimento de demência.

Estudos epidemiológicos sugerem que a dieta mediterrânea, um padrão de dieta cardio protetora rica em antioxidantes, atrase o declínio cognitivo, mas ainda faltam evidências em ensaios clínicos para validar tal hipótese.

Com o objetivo de investigar se uma dieta mediterrânea suplementada com alimentos ricos em antioxidantes influencia a função cognitiva, em comparação com uma dieta controle, foi realizado um ensaio clínico com voluntários de Barcelona, na Espanha.

O ensaio clínico randomizado com 447 voluntários cognitivamente saudáveis (233 mulheres [52,1%]; média de idade de 66,9 anos), com alto risco cardiovascular estavam matriculados no estudo Prevención con Dieta Mediterránea (1° de outubro de 2003 a 31 de dezembro de 2009).

Todos os pacientes foram submetidos à avaliação neuropsicológica quando de sua inclusão e foram testados novamente no final do estudo.

Os participantes foram aleatoriamente designados a receber uma dieta mediterrânea suplementada com azeite extravirgem (1 litro/semana), uma dieta mediterrânea suplementada com nozes variadas (30 g/dia), ou uma dieta controle (com a recomendação para diminuir o consumo de gordura na dieta).

Os principais resultados e medidas de escores de mudança cognitiva ao longo do tempo foi baseada em uma série de testes neuropsicológicos:

Mini-Mental State Examination, Rey Auditory Verbal Learning Test (RAVLT), Animals Semantic Fluency, Digit Span (subteste da Wechsler Adult Intelligence Scale), Verbal Paired Associates daWechsler Memory Scale, e o Color Trail Test.

Os testes cognitivos de acompanhamento estavam disponíveis para 334 participantes após a intervenção.

Em análises multivariadas ajustadas para fatores de confusão, os participantes que receberam uma dieta mediterrânea com mais azeite extravirgem obtiveram melhores resultados no RAVLT (P=0,049) e Color Trail Testparte 2 (P=0,04) em comparação com os controles; não foram observadas diferenças entre os grupos para os outros testes cognitivos.

Os resultados mostraram que, em uma população mais velha, a dieta mediterrânea suplementada com azeite extravirgem ou com nozes ajuda na melhoria da função cognitiva.

NEWS.MED.BR, 2015. Dieta mediterrânea ajuda a prevenir o declínio cognitivo relacionado à idade: ensaio clínico randomizado publicado pelo JAMA Internal Medicine. Disponível em: <http://www.news.med.br/p/saude/757032/dieta-mediterranea-ajuda-a-prevenir-o-declinio-cognitivo-relacionado-a-idade-ensaio-clinico-randomizado-publicado-pelo-jama-internal-medicine.htm>. Acesso em: 26 mai. 2015.

Last edited by
oldestnewest

You may also like...