Brasil terá Associação de Saúde e Estilo de Vida

Autor :Dr. Fábio César dos Santos, Médico Cardiologista

Fonte: Portal HospitaisBrasil

Abrasfev unirá profissionais de saúde que atuam com método reconhecido internacionalmente.

Profissionais da área de saúde que possuem uma visão multidisciplinar sobre o funcionamento do organismo poderão, a partir deste ano, contar com uma associação que representa essa filosofia de trabalho.

Em 7 de abril, data escolhida especialmente para homenagear o Dia Mundial da Saúde, será inaugurada a Associação Brasileira de Saúde Funcional e Estilo de Vida (Abrasfev), com o objetivo de oferecer respaldo científico aos que atuam nesse segmento da medicina no Brasil.

De acordo com o Dr. Fábio César dos Santos, Médico Cardiologista, Pós-graduado em Nutrologia, Presidente e fundador da Abrasfev, trata-se de um passo importante para os profissionais que praticam a Medicina de Estilo de Vida, método que une os conceitos da Medicina Integrativa, Funcional e Personalizada, fundamentado por organizações internacionais como a American College of Lifestyle Medicine e a European Society of Lifestyle Medicine. “O intuito da associação é promover o ensino e propagar os conceitos de mudança do estilo de vida como forma de combate a doenças crônicas entre a população brasileira”, explica.

Nesse mesmo dia, também será apresentada uma proposta de associação exclusivamente médica para auxiliar na consolidação desse conceito no país. Ela estará sob análise para aprovação com conselhos da área.

A Dra. Vania Assaly, Médica Endocrinologista e Nutróloga, ressalta que, entre os pilares para o tratamento individualizado em Medicina do Estilo de Vida, estão a nutrição, a prática de exercícios, o gerenciamento do estresse, a higiene do sono e a relação com o meio ambiente. “Essa busca de equacionar a qualidade de vida do paciente envolve o trabalho com outras áreas profissionais e ajuda na redução de até 80% do desenvolvimento das doenças crônicas”, destaca.

“Nossa visão é a de que o ser humano contém uma grande rede de sistemas, desde a genética molecular até a relação com o seu meio ambiente. Se esses sistemas estiverem trabalhando e se inter-relacionando adequadamente, temos saúde; é o desequilíbrio dessas redes que leva à doença. Portanto, nosso foco é capacitar esse organismo para uma autorregulação e para a manutenção ou recuperação da sua saúde”, completa o Dr. Fábio.

oldestnewest

You may also like...