mãe de primeira viagem precisa de ajuda/conselho

Sou mãe de primeira viagem e tenho uma menina que vai fazer 3 semanas este próximo sábado. Sei que "ainda é cedo" e nos estamos a adaptar a esta viagem, mas ela tem chorado imenso, ora para comer, ora para dormir, ora por causa das cólicas, ora "sem razão aparente".

Desde o primeiro dia que a tenho amamentado sem qualquer limitação e não lhe nego a maminha, até que ela faz da maminha a chucha por vezes, mas estou cansada e quase exausta. Eu sei que é normal, o primeiro mês é assim "duro", mas isso nem sempre alivia aquilo que nós, enquanto mães sentimos. Entre as dúvidas e os medos, tentamos fazer o melhor para os nossos filhos, mas sentimos que nem sempre conseguimos fazê-lo e que estamos a falhar redondamente.

Percebo a importância da amamentação livre e gostaria imenso de continuar a amamentar a minha filha, mas ao mesmo tempo gostaria de começar a estabelecer algum tipo de rotina, só que não sei por onde começar. Vou apontando as horas das mamadas e mantendo um registo das fraldas sujas (para saber que está tudo dentro do que é normal e perceber caso não esteja) porque o cansaço é grande e é normal esquecer.

A minha filhota, por norma, até mama bem apesar de ter freio na língua e conseguimos que ela tenha uma boa pega, mas a maior parte das vezes adormece na mama. Tento acordá-la, algumas das vezes sem sucesso, e ofereço sempre as duas mamas. Ela mama, por vezes mais tempo, por vezes menos, e parece enquadrar-se no parâmetro "saudável". Só que, mesmo tentando perceber quando ela já está com fome, se está a dormir, acorda a chorar com fome, ou então mesmo acordada, chora à mesma. E tem estado quase sempre a chorar a maior parte do dia. Tento perceber os momentos em que pode estar acordada durante o dia, mas são raros os momentos de boa disposição (minutos) porque logo começa a chorar. E como o dormir também é importante, mas até para isso ela já chora, fico muito confusa. Dou-lhe carinhos, beijinhos, falo com ela com a calma que consigo ter, tento ter contacto com ela pelo toque, mas parece que não tem resultado e nem sempre consigo ter a predisposição e a calma precisas. Portanto, muitas das vezes, chora ela e choro eu.

Quero aproveitar a minha filha, mas parece que têm sido mais as lágrimas do que outra coisa.

Então, entre tantas coisas opostas que lemos sobre as mais variadas coisas (como se a maternidade em si não fosse já confusa!), li que alguma rotina poderia transmitir-lhe mais segurança e ajudar a entender o porquê do choro (se fome, se sono, se cólicas, ...).

Alguém tem alguma dica, algum conselho, alguma ajuda para prestar por favor?

Não me encontro em território português, mas tenho pesquisado informações no site do SOS Amamentação e tem sido útil. Onde me encontro, não me estão a dar muitas soluções. Sim, isto tudo que descrevi pode ser o normal e ter de me aguentar, mas pelo menos, tentei mais alguma solidariedade. Obrigada

3 Replies

oldestnewest
  • Olá Sonialuzia

    sei como é stressante cuidar de um bebé que chora com tanta frequência.O cansaço e a frustração que se sente.

    Mas não tem que ser assim,vamos tentar perceber o que se passa,está bem?

    Sabemos que ela tem alguma necessidade,e a maneira de o comunicar é através do choro.

    Primeiro vamos avaliar a evolução do peso,tem aumentado bem?

    Quantas mamadas faz por dia em média?É um numero que parece excessivo?

    Nota diferença na mama após a mamada?E ela parece satisfeita no final,fica relaxada e calma?

    Acalma quando a coloca em contacto consigo?procura a mama'

    O freio da língua curto limita os movimentos desta e pode tornar a pega ineficaz para extrair o leite que necessita,o que a leva a adormecer na mama logo no inicio da mamada ,mama enquanto o fluxo é mais rápido e abundante,no inicio e depois adormece.

    Acha que pode ser isto que está a acontecer?

    Enquanto ela mama comprima a mama com a sua mão,como se espremesse a mama,aperta quando ela suga e alivia a pressão quando ele engole,sempre seguido e em sintonia com a sucção deglutição da bebé.Isto ajuda o leite a sair sem ela ter que puxar muito, e avalie qual o comportamento dela.

    Um abraço

  • Olá "queroamamentar". Desde já, obrigada pela resposta.

    Hoje fui a uma consulta com a parteira-enfermeira que nos tem acompanhado e depois da pesagem, verificou-se que ela não ganhou nenhum peso em 9 dias. Não perdeu, mas também não ganhou.

    Como a minha filhota tem chorado imenso e pouco consegue dormir de forma continuada, aconselhou-nos a ir ao hospital local onde estava um grupo de apoio à amamentação.

    Encontrámos uma especialista em freio na língua e verificou-se que é exactamente isso que tem impossibilitado o sucesso da amamentação.

    Ela mama imensas vezes porque não fica saciada e cansa-se no peito, e eu estou esgotada. Para além disso, como ela não tem "força", estou com uma diminuição na produção de leite. :/

    No aconselhamento, ela até estava calma e sonolenta, mas pouco mamou activamente. E chegada a casa, recomeçou o "drama" :(

    O que aconselhou a fazer, é em todas as mamadas? Independentemente de ela estar acordada ou a adormecer? Quanto tempo será "o ideial" para ela mamar? É que ela sai do peito por ela própria e algumas das vezes com aquele ar feliz de quem teve uma refeição completa, para pouco depois, voltar a um pranto porque quer mais.

    Uma outra questão, algumas das vezes ela só quer vir mesmo para a maminha para usar como chucha e dormir, mas isso impossibilita o meu descanso também. O que fazer?

    Cumprimentos

  • Olá sonialuzia

    e o que aconselhou o especialista em freio da lingua? vai fazer o pequeno corte no freio ou não?

    Continue a amamentar a sua bebé fazendo sempre a compressão na mama para ajudar o seu bebé a beber mais leite.

    É importante que tenha a noção se está a sair leite ,se o ouve deglutir.O tempo de mamada depende disso,não adianta fazer mamadas longas(mais de 30 minutos por exemplo) se não tem noção se ele está a beber leite, ou se ela chora ou dorme na mama.

    Como agora tem diminuição da produção de leite,provavelmente a mamada será mais curta,ofereça-lhe as duas mamas e depois dê-lhe o leite que extraiu,a quantidade que ela quiser(a refeição demorará 30 a 40 minutos provavelmente)

    Extraia leite regularmente após a mamada,(alternado as mamas,ora tira de uma ora da outra)para lhe dar após a mamada seguinte.É importante que estimule a mama e a esvazie completamente após a mamada.Não fique frustrada com a quantidade de leite que sair porque vai ser pouca mas vai aumentando gradualmente.

    Depois da mamada se ela ainda quiser estar na mama pode deixar,deite-se ao lado dela e descanse tambem.

    Um abraço

  • You need to be a member of this community to see hidden responses.

You may also like...