Pouco aumento de peso aos 4 meses. Tenho mesmo de começar as papas?

O meu bebé tem 4 meses, é muito grande e bem constituído, tem variado entre o percentil 75 e 90 no peso e altura. Contudo dia 7 de Janeiro pesava 7020g e hoje (28 de Janeiro) pesa 7200g pelo que me disseram que deveria introduzir as papas. Estava a pensar fazer Aleitamento Materno Exclusivo até aos 6 meses... É mesmo necessário introduzir as papas, posso esperar mais um pouco. Também me disseram para preparar a papa com água, mas eu sempre pensei que deveria começar por prepará-la com leite materno. Estou um pouco frustrada, mas só quero o melhor para o bebé. Obrigada!

4 Replies

oldestnewest
  • Olá Leonor

    compreendo a sua frustração e o desejo de querer o melhor para o seu bebé que é certamente amamentá-lo até aos 6 meses

  • A Organização Mundial de Saude diz que o leite materno tem todos os nutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento saudavel dos bebés saudáveis nascidos de termo( não prematuros).

    O aumento de peso vai decrescendo,isto é em cada mês ganham menos do que no anterior.

    Ou neste periodo pode ter crescido bastante e então não aumentou tanto de peso.

    Não sei qual foi o aumento dele desde o nascimento, mas quando aumentam muito nos primeiros meses depois não aumentam tanto.

    É importante avaliar todo o contexto e não só o peso: o estado geral,se é um bebé activo ,alegre, hidratado para decidir se um bebé está a evoluir bem ou não.

    Pense e avalie tudo isto com calma, com tempo,não se precipite, e amamente o seu bebé sempre que ele quiser tranquila, com orgulho.

    Se decidir iniciar os cereais serão não lacteos, para fazer com o seu leite portanto e sem gluten.

    Espero ter ajudado.

    Um abraço.

  • Obrigada, fiquei mais confiante depois da vossa resposta e decidi contactar outro profissional de saúde. Infelizmente tentei dar uma papa não-láctea ao meu bebé no dia da consulta (estava desesperada, com medo que estivesse a passar fome), mas sem muito sucesso. No dia seguinte, numa segunda opinião,disseram-me para continuar em amamentação exclusiva por diversas razões: pelos benefícios do LM acima de tudo, o bebé esteve adoentado 2 semanas e provavelmente isso contribuiu para o aumento de peso mais reduzido, o bebé está muito bem fisicamente e animicamente, dorme 6 horas seguidas logo não tem fome nesse período, cresceu muito no início e agora pode estar a estabilizar no seu verdadeiro percentil, ou poderá comer mais neste período que se segue para compensar a falta de apetite anterior...enfim inúmeras possibilidades, mas não a de abandonar a Exclusividade do Aleitamento Materno!!

    Parece-me que deveria haver uma sensibilização mais disseminada em profissionais de saúde que, apesar de mencionarem que é recomendado o aleitamento materno exclusivo até aos 6 meses, nos incentivam a abandoná-lo à menor dificuldade ou por comodidade - é um desabafo...

    Estou mais tranquila e contente por cada dia em que posso continuar a amamentar o meu bebé em exclusividade ( a meta são os seis meses :) ).

    Obrigada, mais uma vez!

  • Parabéns Leonor

    tomou a melhor decisão sem duvida.

    A introdução dos alimentos complementares ( que complementam, não substituem o aleitamento materno) é uma fase que pode não ser pacifica tambem.Até ao ano o leite é o principal alimento,portanto antes da sopa por exemplo deve-se oferecer a mama .Não esperar que o bebé coma logo a quantidade de sopa que está no prato, secalhar vai comer só uma colher hoje e amanhã nenhuma,tudo bem, com calma.

    Veja na secção dos Posts tem alguma informação.

    Pode ver tambem um site muito interessante Baby Led Weaning.

    Um abraço

  • You need to be a member of this community to see hidden responses.