Milhões de pessoas têm tratado ou prevenido perda auditiva

Mais de 360 milhões de pessoas, no mundo inteiro, têm perda auditiva. Cerca da metade desses casos pode ser evitado, conforme estudo feito pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) há mais pessoas do que nunca com perda auditiva que poderiam tratá-la ou preveni-la.

“Cerca da metade de todos os casos de perda auditiva pode ser facilmente prevenida enquanto muitos podem ser tratados através de um diagnóstico e intervenção adequada como um implante cirúrgico de aparelho auditivo,” afirma Shelly Chadha da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Departamento de Prevenção de Cegueira e Surdez.

32 milhões de crianças afetadas

Com o envelhecimento global da população, a OMS estima que uma entre três pessoas abaixo de 65 anos de idade -cerca de 165 milhões de pessoa-, vivem com perda auditiva.

Além disso, 32 milhões de pessoas que sofrem de perda auditiva são crianças abaixo de 15 anos de idade que vivem principalmente com baixa renda — e com rendimentos mais baixos nos países no Sul da Ásia, Ásia e no Pacífico e África-subsaariana. Nessas áreas muitas doenças auditivas poderiam ser inibidas se simples infecções fossem tratadas a tempo.

Outras causas comuns de perda auditiva, entre a população global, são as exposições a excessivos ruídos,lesões no ouvido e cabeça, envelhecimento, problemas durante a gravidez e parto, causa genéticas e uso de medicamento que pode prejudicar a audição.

oldestnewest

You may also like...